top of page

IPS/IDS, o que é e para que serve?

Atualizado: 15 de mai. de 2023



No cenário digital atual, onde as ameaças à segurança cibernética estão se tornando cada vez mais sofisticadas, as organizações devem adotar mecanismos de defesa robustos para proteger suas redes. Dois componentes críticos da segurança de rede são os Sistemas de Prevenção de Intrusão (IPS-Intrusion Prevention System) e os Sistemas de Detecção de Intrusão (IDS-Intrusion Detection System). Neste blog, vamos mergulhar no mundo do IPS e IDS, explorando suas funcionalidades, diferenças e sua importância na proteção de redes contra atividades maliciosas.


Compreendendo os Sistemas de Detecção de Intrusão (IDS)


Um Sistema de Detecção de Intrusão (IDS) é uma solução de segurança projetada para monitorar o tráfego de rede e identificar possíveis violações de segurança ou atividades suspeitas. O IDS pode ser classificado em dois tipos: Sistemas de detecção de intrusão baseados em rede (NIDS) e Sistemas de detecção de intrusão baseados em host (HIDS-Host-based Intrusion Detection Systems).


IDS baseado em rede: o NIDS analisa o tráfego de rede em tempo real para detectar anomalias ou padrões de ataque conhecidos. Ao inspecionar cabeçalhos de pacotes e cargas úteis, o NIDS pode identificar tentativas de acesso não autorizado, verificações de portas ou comportamento de rede suspeito.


IDS baseado em host: o HIDS se concentra em sistemas host individuais, monitorando seus logs, integridade de arquivo e configurações do sistema. Eles podem identificar anomalias locais, como modificações não autorizadas de arquivos, instalações de software mal-intencionado ou comportamentos incomuns do usuário.


Explorando os Sistemas de Prevenção de Intrusão (IPS)


Um Sistema de Prevenção de Intrusão (IPS) se baseia nos recursos do IDS, mas adota uma abordagem ativa para mitigar as ameaças identificadas. O IPS opera em linha dentro da infraestrutura de rede, permitindo bloquear ou impedir que o tráfego malicioso chegue ao seu destino pretendido. O IPS pode ser considerado uma versão aprimorada do IDS, pois não apenas detecta, mas também defende ativamente contra invasões.


Os principais recursos do IPS incluem:


  • Prevenção de ameaças em tempo real: o IPS monitora continuamente o tráfego de rede e pode responder instantaneamente a ameaças identificadas, bloqueando pacotes suspeitos ou encerrando conexões maliciosas.

  • Detecção baseada em assinatura e baseada em anomalia: o IPS conta com uma combinação de detecção baseada em assinatura (correspondendo a padrões de ataque conhecidos) e detecção baseada em anomalia (detectando desvios do comportamento normal da rede) para identificar possíveis invasões.

  • Inspeção no nível do aplicativo: o IPS pode realizar inspeção profunda de pacotes, analisando o conteúdo do tráfego de rede na camada do aplicativo. Isso permite a detecção de ataques sofisticados que exploram vulnerabilidades em aplicativos ou protocolos específicos.


IPS vs. IDS: Compreendendo as diferenças


Embora o IPS e o IDS contribuam para a segurança da rede, eles diferem em termos de seus objetivos principais e capacidades de resposta.


  • Detecção versus prevenção: o IDS se concentra principalmente na identificação de possíveis brechas de segurança e alerta aos administradores de rede. Em contraste, o IPS vai um passo além, impedindo ativamente que os ataques atinjam seus alvos.

  • Resposta passiva versus ativa: o IDS opera em um modo de monitoramento passivo, coletando dados e gerando alertas sem ação direta. O IPS, por outro lado, adota uma abordagem de resposta ativa, intervindo e mitigando ameaças em tempo real.


A importância do IPS e do IDS


A implementação de soluções IPS e IDS em infraestruturas de rede é crucial por vários motivos:


  • Detecção antecipada de ameaças: IPS e IDS desempenham um papel vital na detecção imediata de brechas e invasões de segurança, permitindo que os administradores de rede respondam rapidamente e mitiguem possíveis danos.

  • Impacto reduzido dos ataques: ao prevenir ou bloquear ativamente o tráfego malicioso, o IPS reduz o impacto dos ataques aos recursos da rede, protegendo ativos críticos e mantendo a continuidade dos negócios.

  • Requisitos de conformidade e regulamentares: muitos setores têm regulamentações rígidas em relação à segurança de rede. A implementação de soluções IPS e IDS pode ajudar as organizações a atender aos requisitos de conformidade e evitar penalidades legais.


Conclusão:


Os Sistemas de Prevenção de Intrusão (IPS) e os Sistemas de Detecção de Intrusão (IDS) são componentes indispensáveis da segurança da rede. Enquanto o IDS atua como um sistema de vigilância, monitorando o tráfego de rede em busca de possíveis ameaças, o IPS adota uma abordagem proativa, prevenindo e mitigando ativamente os ataques. Ao implantar esses sistemas, as organizações podem aprimorar sua postura de segurança de rede, proteger informações confidenciais e ficar um passo à frente das ameaças cibernéticas em um mundo cada vez mais digital.


🔎 Fale com um de nossos analistas em TI e cyber segurança e apresente a sua demanda, iremos ajuda-lo sem custo a mensurar seu projeto.

Solicite um contato


Proteja-se com quem entende do seu negócio!

Venha agora mesmo aderir a Audere!

☎️ (11) 4063-2655

✉️ vendas@audere.com.br

4.776 visualizações0 comentário
bottom of page