• Audere Tecnologia da Informação

Consultoria de TI: o que é, como funciona e porque contratar

Atualizado: Jun 25


É comum associar a contratação de uma consultoria de TI apenas ao suporte técnico, como suporte a aplicações, segurança da informação e infraestrutura. Mas, o trabalho de um consultor em TI vai muito além disso e se estende a todos os aspectos gestão de TI. Por isso, é comum que esse profissional adote modelos como o ITIL® e o COBIT®, que recomendam as boas práticas de governança e gerenciamento de tecnologia da informação.


Então, se você sente que o departamento de TI da sua empresa não está conseguindo demonstrar a entrega dos resultados esperados ou acha difícil identificar os benefícios que os projetos de TI trazem para o negócio, peça ajuda. Afinal, esses são alguns dos sintomas de uma gestão de TI enfraquecida que uma consultoria de TI poderia resolver. A TI neste contexto se apresenta apenas como um centro de custos e traz pouca ou nenhuma importância ao negócio da empresa.


Uma consultoria de TI gira em torno da ideia de aconselhamento. Dessa forma, uma consultoria de TI aconselha seus clientes sobre as melhores maneiras que eles podem usar a infraestrutura existente.

Levando todos esses fatores em consideração, a consultoria de TI pode sim ajudar a aumentar os rendimentos do negócio. Isso se dá através de ações como:

Economia em contratações;

  • Prevenção de problemas de tecnologia;

  • Maior autonomia na área de tecnologia;

  • Agilidade nas soluções dos problemas de TI.


O que é preciso considerar na hora de contratar uma consultoria de TI?

Muitas vezes, contratar uma equipe para consultoria de tecnologia da informação em um projeto específico pode apresentar mais resultados e um melhor custo-benefício do que manter profissionais ativos na empresa todos os dias.


Isso porque contratar profissionais especialistas com alta carga de conhecimento tem um grande custo para a empresa com salários, tributos trabalhistas, encargos sociais, férias, plano de saúde, entre outras despesas.


Na hora de escolher uma consultoria, no entanto, é preciso tomar alguns cuidados. Afinal, essa contratação consiste em trazer para dentro da empresa uma equipe externa, dividir particularidades do negócio com ela. A chave para um bom relacionamento com os consultores é a confiança.


Veja, a seguir, quais são os principais fatores você deve considerar antes de fechar um contrato de prestação de serviços com uma consultoria de TI:


Referências: veja o que o mercado está dizendo sobre a consultoria

Consultar os clientes que são ou já foram atendidos pelas consultorias que você estiver negociando é um excelente termômetro para verificar a qualidade dos serviços prestados por elas.


Falar com o diretor de TI da empresa que foi atendida é importante, pois ele pode dar um panorama de como são os serviços e se atenderam aos anseios do cliente. Também é interessante verificar fatores como atendimento, rapidez de respostas, entre outros fatores que podem constar em contrato, mas que a empresa pode descumprir.


Com todas essas referências em mãos, já será possível excluir algumas das candidatas e verificar quais são aquelas que, de melhor forma, cumprem o que foi acordado em contrato.


Portfólio: avalie o leque de serviços que a consultoria oferece

Quais são as metodologias utilizadas pela consultoria para colocar seus serviços em prática? Quais certificações ela detém? Qual é o nível de formação dos profissionais que atuam nela? Tudo isso deve ser perguntado para avaliar o portfólio de serviços.


A ideia é investigar além do discurso de venda. Uma dica é verificar comprovações das certificações dos consultores, por exemplo. Quanto mais subsídios você tiver para se certificar de que está contratando uma excelente consultoria, melhor.


É válido pedir uma confirmação acerca das habilidades dos especialistas que atuam como consultores junto a empresa, e quais são as suas principais experiências. Nem sempre uma consultoria conta com os melhores profissionais do mercado. Fique atento.


Orçamento: solicite um plano de ação da consultoria

Mostre seu projeto, suas necessidades, e, além dos valores, solicite também que a consultoria que você está avaliando monte um plano básico de ação. Isso poderá te dar uma noção de como é o trabalho da empresa, além de já poder começar a avaliar se a forma de trabalho está de acordo com o que você espera.


O plano de ação também evita que algo fuja daquilo que foi acordado e registrado em contrato. Ao contratar uma empresa de consultoria de TI desorganizada, pode ser que não haja um planejamento bem-feito, e os valores extrapolem aquilo que foi descrito no orçamento.


É preciso exigir que a consultoria deixe claro como funcionará a solicitação de horas extras, caso o período contratado não seja suficiente para sanar o problema, ou a solução implantada não corresponda ao planejado.


SLA: verifique como é o acordo de níveis de serviço da consultoria

O SLA é um acordo firmado entre você e a consultoria que você contratar. Porém, há alguns pontos que são particulares cada consultoria.


É importante conhecer quais são estes requisitos para ver se eles se encaixam no que você está procurando. Verifique, por exemplo, se há flexibilizações entre o que a consultoria oferece e o que você deseja.


Dentro do SLA, ficará especificado até onde irá a atuação da consultoria, o que é de responsabilidade dos consultores e o que fica por conta do seu time de TI, evitando pontos nebulosos no contrato.


#ConsultoriaEmTI #SegurançaDaInformação #AudereTI #TerceirizaçãoDeTi #EmpresaDeTI

21 visualizações
Av. Fagundes Filho, 134 - Conj. 51
Vila Monte Alegre - São Paulo - SP
CEP: 04304-010

© 2017 por Audere Comércio em TI

  • Facebook Social Icon
  • RSS ícone social
  • Twitter Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • Google ícone social Places