top of page

Diretrizes de políticas de E-mail Essencias para sua empresa



Para as empresas, o e-mail desempenha um papel crucial, sendo uma ferramenta essencial para aumentar a eficiência e a produtividade dos colaboradores, além de mantê-los bem informados. Nesse sentido, estabelecer diretrizes claras de política de e-mail é imperativo, pois assegura o uso adequado desta ferramenta por parte dos funcionários.


O que são diretrizes de política de e-mail e por que são importantes?


As diretrizes da política de e-mail desempenham um papel crucial ao estabelecer regras que incentivam a participação dos funcionários em comunicações produtivas e positivas, ao mesmo tempo, em que resguardam a rede da empresa contra violações de segurança, quebras de confidencialidade, responsabilidade legal e danos à reputação.

Para serem eficazes, tais diretrizes devem estabelecer regras e expectativas claras, alinhadas às necessidades específicas da empresa e do seu setor. Isso implica em identificar o que é mais relevante para a organização e usar essas informações para determinar comportamentos apropriados.


A importância dessa política empresarial reside nas políticas de proteção do sistema de e-mail da empresa, desencorajando práticas como o uso pessoal do e-mail corporativo, o envio de mensagens insultuosas ou discriminatórias, o acesso a e-mails pessoais, a divulgação de informações confidenciais e outras atividades estritamente proibidas.


Em termos gerais, essas diretrizes delineiam o uso apropriado do e-mail e orientam as práticas comerciais, incluindo a elaboração de mensagens relacionadas aos negócios, ao mesmo tempo, em que oferecem proteção contra ameaças como e-mails de phishing.


O que deve ser incluído nas diretrizes da política de e-mail?


As diretrizes da política de e-mail devem ser personalizadas para atender às necessidades específicas da sua empresa, embora haja elementos comuns essenciais que devem ser incorporados. Esses componentes incluem:


  1. Restrição do Uso Pessoal do E-mail Corporativo: Proibição do uso do e-mail da empresa para fins pessoais.

  2. Manuseio Adequado de Informações Sensíveis: Proibição do envio de informações confidenciais ou proprietárias por meio do e-mail.

  3. Orientações para Anexos: Diretrizes claras sobre o uso apropriado de anexos em mensagens de e-mail.

  4. Uso Exclusivo de Provedores de E-mail Aprovados: Exigência de que os funcionários utilizem apenas provedores de e-mail aprovados pela empresa.

  5. Política de Arquivamento de E-mail: Implementação de uma política estruturada para o arquivamento adequado de e-mails.

  6. Uso de Respostas Automáticas: Estabelecimento de uma política sobre o uso responsável e apropriado de respostas automáticas.


Ao integrar esses elementos nas diretrizes, sua empresa promoverá uma cultura de uso consciente do e-mail, mitigando riscos e garantindo uma comunicação eficiente e segura.


Como implementar diretrizes de política de e-mail para e-mail corporativo?


Após a elaboração das diretrizes pela sua empresa, é crucial implementá-las de maneira eficaz para garantir que atinjam os resultados desejados. Aqui estão os três aspectos mais importantes para uma implementação adequada:


Comunicação Clara das Diretrizes:


  • A forma como você comunica as diretrizes, desempenha um papel fundamental na sua adoção eficaz. É essencial expressar as diretrizes por escrito e distribuí-las a todos os funcionários, incluindo novos contratados, através dos endereços de e-mail da empresa.

  • Certifique-se de que as diretrizes sejam facilmente legíveis e acessíveis, disponibilizando-as na intranet da empresa. Além disso, integre essas políticas nos treinamentos dos funcionários e inclua-as em manuais relevantes. Regularmente, revise e atualize as diretrizes para corrigir omissões ou erros.


Consistência na Implementação:


  • A consistência é crucial ao estabelecer e implementar diretrizes de política de e-mail. Portanto, essas políticas devem ser desenvolvidas com base nas necessidades específicas da empresa e do setor, tornando-as compreensíveis e alinhadas.

  • As políticas também devem estar em conformidade com todas as leis locais, estaduais ou federais aplicáveis relacionadas ao monitoramento eletrônico. Mantenha consistência nos procedimentos e consequências disciplinares para promover a eficácia contínua.


Obtenção de Consentimento para Monitoramento:


  • De acordo com a Lei de Privacidade das Comunicações Eletrônicas, os funcionários não devem ter expectativa de privacidade no ambiente de trabalho, uma vez que os equipamentos e sistemas pertencem ao empregador.

  • É fundamental que os funcionários assinem uma política de e-mail que esclareça o monitoramento durante o emprego e os motivos. Desde que sigam as diretrizes de uso de e-mail, não deverá haver problemas, garantindo uma transparência essencial no processo.



Considerações finais


As diretrizes de política de e-mail são essenciais para a proteção global da organização, integrando-se à segurança empresarial. Além de salvaguardar contra ameaças, essas diretrizes capacitam os funcionários a otimizarem o uso do e-mail, promovendo maior produtividade. Ao estabelecer parâmetros claros, a política facilita respostas eficazes às demandas do negócio. Ao proporcionar direcionamento sobre o uso adequado do e-mail, a empresa cria um ambiente mais seguro e eficiente. O cumprimento dessas diretrizes é vital para evitar possíveis violações de segurança e manter a integridade das comunicações internas. Em última análise, a implementação bem-sucedida das diretrizes não apenas protege a empresa, mas também permite uma comunicação interna mais eficiente e produtiva. Procure soluções de segurança de e-mail com a Audere.


Proteja-se com quem entende do seu negócio!

Venha agora mesmo aderir a Audere!



☎️ (11) 4063-2655

36 visualizações0 comentário
bottom of page